6 informações sobre o câncer de boca que você deve saber

Algumas pessoas pensam que as lesões na boca e manchas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengiva ou céu da boca podem ser doenças relacionadas à higiene bucal, como gengivite, afta e saburra lingual.

Porém, pode ser que esses sintomas indiquem um câncer de boca, porque esse tumor maligno atinge a estrutura da boca (gengiva, bochecha, céu, língua).

Como a doença está relacionada à higiene bucal, preparemos neste artigo 6 informações sobre o câncer bucal que todos deveriam saber, veja:

  • fatores de risco do câncer de boca
  • números de câncer bucal no Brasil
  • sintomas do câncer de boca
  • câncer de boca tem cura?
  • como é feito o diagnóstico
  • prevenção

1 — fatores de risco do câncer de boca

Os riscos do câncer de boca, estão ligados diretamente aos hábitos, eles aumentam e muito os riscos de se pegar a doença, confira alguns deles:

  • Exposição ao sol sem proteção.
  • Consumo regular de bebida alcoólica.
  • Obesidade
  • Hábito de fumar (quanto maior o consumo de cigarros, maiores as chances de se contrair).

Por isso, para se evitar o câncer bucal é preciso ir além do cuidado com a saúde bucal, também se deve cuidar da saúde na totalidade, principalmente adotar hábitos mais saudáveis.

2 — números de câncer bucal no Brasil

O número de câncer bucal no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, ocorre em grande parte entre os homens adultos, cerca de 70%, já as mulheres ficam com os outros 30%.

Esses números são reflexos dos hábitos de cada grupo. Pesquisas indicam que mulheres vão mais ao dentista para cuidar da saúde bucal do que os homens.

Isso reflete diretamente nos números de casos de câncer bucal entre os homens, já que são despreocupados com a saúde da boca.

E os números de câncer de boca são altos, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), a estimativa de 2018 foram de 14,7 mil doentes. A maior parte deles ocorrem no sudeste do país (Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais).

No mundo, o câncer lidera os casos de morte, sendo o segundo fator de mortalidade, os dados são da OMS (Organização Mundial da Saúde). Em 2018, por exemplo, foram 9,6 milhões de mortes.

Por aqui, em 2005 tivemos cerca de 5898 mortes por câncer de boca.

3 — sintomas do câncer de boca

Quanto mais rapidamente se diagnosticar os sintomas do câncer de boca, mais eficiente será o tratamento. Por isso, fique atento a um desses sintomas:

lesões nos lábios, normalmente inferiores, que demoram mais de 15 dias para cicatrizar

  • nódulos no pescoço
  • voz rouca por muito tempo
  • manchas ou placas vermelhas, ou brancas na língua, céu da boca, gengivas e bochecha
  • sensação de algo preso na garganta
  • dificuldade em engolir e mastigar
  • dificuldade de falar.

O diagnóstico do câncer de boca logo no início faz toda diferença para o tratamento e então surge a pergunta: tem cura? veremos abaixo.

4 — o câncer de boca tem cura?

Sim! O câncer de boca tem cura. No entanto, para que a cura ocorra é preciso que o diagnóstico seja feito logo no início da doença.

Por isso, se você perceber alguns dos sintomas citados acima, procure um cirurgião-dentista para que o diagnóstico seja feito. Principalmente se as aftas persistirem por mais de duas semanas.

Em 2016 sancionado uma lei que criou a Semana Nacional de Prevenção do Câncer de Boca que ocorre na primeira semana de novembro de cada ano.

Ela estimula a prevenção da doença com campanhas educativas e ajuda no diagnóstico inicial. Mais abaixo trataremos sobre o que você deve fazer para prevenir o câncer de lábios.

5 — como é feito o diagnóstico

O diagnóstico do câncer bucal é favorecido quando se vai ao dentista com regularidade, pois, o dentista identifica com mais facilidade as lesões dentro da boca que não são percebidas.

Então, vá ao dentista pelo menos de seis em seis meses para realização de um checkup da sua saúde bucal. E, além disso, o diagnóstico consiste só na observação do dentista, sendo totalmente sem dor.

Então, deixe o medo de dentista de lado e agende sua consulta agora mesmo.

6 — prevenção contra o câncer de boca

Se você não apresenta sintomas, fez exame de rotina no dentista e está tudo bem, não pense que deve ficar despreocupado. É preciso investir na prevenção contra o câncer de boca.

Primeiro, você deve criar hábitos alimentares saudáveis, por isso, recomendamos uma consulta focada na nutrição funcional, que é uma área da saúde que trata individualmente dos desequilíbrios alimentares do paciente para prevenção de doenças.

Depois é preciso seguir esses passos:

  • parar de fumar
  • tomar a vacina contra o HPV
  • evitar o consumo excessivo de álcool
  • manter a prótese dental em bom estado (caso use)
  • cuidar da sua higiene bucal
  • usar protetor labial solar
  • ir ao dentista regularmente.

Seguindo essas dicas você evitará o câncer de boca e manterá sua saúde em dia. Aproveite para ajudar um amigo, compartilhe essas informações com mais pessoas para que elas possam tomar os devidos cuidados com a saúde bucal também.


Comentarios


Nos envie uma mensagem