Abfração Dentária: saiba o que é e como tratar

Publicado por:  Aline O. de Almeida

Abfração dentária é um nome incomum para muitas pessoas, mas a causa que ganha esse nome nem tanto. Infelizmente, muitas pessoas são afetadas pela erosão dental por alguns fatores que abordaremos neste artigo.

O fato é que cada vez mais a saúde bucal é considerada pelas pessoas, tanto pelo lado estético com a utilização de aparelhos dentais, como pela saúde em tratamentos de doenças como a periodontite.

Da mesma forma, o Estado também vê a saúde da boca como um fator importante para saúde do dia a dia da população, tanto que o Ministério da Saúde, por exemplo, possui as Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal onde afirma:

“A higiene bucal é um componente fundamental da higiene corporal das pessoas. Mas realizá-la adequadamente requer aprendizado.”

Por isso, a importância de ir ao dentista para saber como lidar com cada doença, porque uma simples escovação errada pode causar danos à sua gengiva e até aos seus dentes.

Este artigo esclarece o que é a abfração dentária e o que se deve fazer para tratá-la de modo eficiente, então acompanhe esse texto até o fim para esclarecer suas dúvidas.

O que é abfração dental

A abfração dental é uma lesão no dente que causa perda de estrutura e que está relacionada à:

  • fraturas nos dentes
  • cáries
  • desgaste fisiológico.

E é neste último motivo, não carioso, ou seja, que não é provocada por cárie, que a abfração dentária está.

Resumindo: a abfração dental é uma erosão no dente causado por desgaste fisiológico com mastigação.

Segundo pesquisas da doutora Fabianna da Conceição Dantas Medeiros, um quarto da população é atingida por lesões não cariosas.

Sendo assim, medidas devem ser tomadas para evitar a abfração dental, aliás, mais de 50% das pessoas atingidas apresentam as lesões com o avanço da idade, principalmente nos pré-molares.

Normalmente, o paciente procura o dentista quando as consequências da abfração são sentidas, dentre elas a hipersensibilidade é a mais comum.

Consequências da abfração dentária

A abfração dentária tem como consequência a erosão, isso causa um aspecto estético muito desagradável já que os dentes vão perdendo estrutura, ficando menores e feios.

Mas não só isso, ela também causa as seguintes consequências:

  • hipersensibilidade
  • aumento de acúmulo bacteriano
  • ocorrências de cárie
  • desconforto com a aparência.

A perda de esmalte dos dentes causada por tensões acumuladas é fator fundamental para que ocorra microfraturas e a propagação destas, além de infiltração de líquidos e formação de uma LCNC (Lesões cervicais não cariosas).

Por isso, a sensibilidade dental, ou seja, incômodo causado por dores ao ter contato com substância fria ou quente deve ser causa de preocupação na saúde bucal.

Às vezes um simples incômodo é um sinal de que algo ruim está acontecendo com nossos dentes. Procurar um dentista nessas horas é a melhor coisa a se fazer.

Características das abfrações

É característica das abfrações dentais: lesão em forma de V ou em cunha. A intensidade das lesões depende, de acordo com Lee e Eakle, dos números de tensões.

Sendo assim, a profundidade da abfração dentária dependerá da intensidade, duração, direção, frequência e localização das forças oclusais.

Causas da abfração dentária

Alguns fatores podem ser as causas da abfração dental como:

  • mastigação unilateral
  • roer unhas
  • bruxismo
  • disfunções temporomandibulares
  • má escovação que cause abrasão do tecido dental duro
  • alimentação: ácidos exógenos e endógenos causam erosão química
  • aparelho ortodôntico (dependendo de como foi colocado as forças oclusais podem contribuir para a abfração).

Tratamento da abfração

O tratamento da abfração dentária deve ser analisada pelo cirurgião-dentista para que medidas de correção da má oclusão sejam tomadas, uma possibilidade é a utilização de aparelho dental.

É isso mesmo, o aparelho pode contribuir para causa da doença, mas pode ajudar a combatê-la também. Por isso, é importante colocar aparelho ortodôntico em um consultório de confiança.

Após a correção da má oclusão para que não haja o agravamento da lesão, o próximo passo é corrigir a erosão por uma restauração dental.

A restauração das lesões da abfração fortalecerá o dente reduzindo a concentração de tensão.

Além disso, a restauração busca recuperar a autoestima do paciente que, diante de uma doença que afeta o sorriso, se vê afetado socialmente pela estética dental.

Com a aplicação da resina composta (RC) ou do cimento de ionômero para recuperação da beleza estética dos dentes do paciente.

A escolha do material será feita pela sua dentista, é importante lembrarmos que um acompanhamento humano não pode ser substituído. Pois, um olhar atento consegue identificar o melhor tratamento.

Conclusão

Na leitura deste artigo pudemos identificar o que é a abfração dentária (lesão não cariosa), quais as suas consequências para o bem-estar e qual a possibilidade de tratamento para minimizar os danos causados e evitar o avanço da doença.

Assim, esperamos ter ajudado a tirar suas dúvidas e a te dar estímulos para realização de uma consulta com o profissional da área.

Agora que tal ajudar alguém que precise dessa informação também? Compartilhe este artigo e deixe seu comentário abaixo.


Comentarios


Nos envie uma mensagem