Seu filho é disléxico ?

Publicado por:  Autor Desconhecido

Embora a dislexia seja um distúrbio de leitura e escrita, nem todo distúrbio de leitura e escrita é dislexia. Saiba o que é esse distúrbio e como tratar.


Quando uma criança inicia o processo de alfabetização, espera-se que ela aprenda a ler e a escrever com certa facilidade, mas algumas vezes isso não é possível.

Um número muito grande de crianças, incluindo algumas muito inteligentes, passam por sérias dificuldades durante o processo de aprendizagem da leitura. Isso é comum e não é culpa delas.

Trata-se de dislexia, uma dificuldade frustrante e persistente que aparece momento em que a criança começa a aprender a ler. 


O que é dislexia?

A Dislexia é um dos muitos distúrbios da aprendizagem. É um distúrbio específico de leitura e escrita, congênito e hereditário, caracterizado por dificuldades para ler, aquisição e capacidade de escrever e soletrar.


Mesmo recebendo uma instrução convencional, tendo inteligência adequada, oportunidade sociocultural e não apresentando distúrbios cognitivos e sensoriais, há uma falha no processo de aquisição da linguagem por parte da criança.


Como consequência das dificuldades apresentadas, observam-se situações de reprovação escolar, atraso de aprendizagem, necessidade de apoio especializado, baixo rendimento em atividades de leitura, escrita, ou cálculos matemáticos não correspondentes ao que se esperaria da criança de acordo com sua inteligência e oportunidade.

Como é feito o diagnóstico


O diagnóstico da dislexia é de exclusão e deve ser feito por uma equipe multidisciplinar formada por fonoaudiólogo, psicólogo e psicopedagogo em razão desse distúrbio ser um conjunto de dificuldades e sintomas combinados. Não tem uma característica padrão para todos os disléxicos, embora a dislexia seja um distúrbio de leitura e escrita, nem todo distúrbio de leitura e escrita é dislexia.


O profissional de fonoaudiologia tem competência para detectar previamente esse possível distúrbio e encaminhar para outras avaliações necessárias.

Quer saber mais? Marque uma avaliação com nossa fonoaudióloga.


Comentarios


Nos envie uma mensagem